Transtorno bipolar

O transtorno bipolar se caracteriza por oscilações cíclicas de humor, que podem variar entre os extremos de depressão e mania.

O humor deprimido no transtorno bipolar pode se manifestar com tristeza, anedonia (falta de prazer nas atividades do cotidiano), fadiga, lentificação psíquica e motora, dificuldades de concentração, sentimentos de culpa e de inutilidade, alterações no padrão alimentar e no padrão de sono. O sofrimento pode ser tão intenso a ponto de o indivíduo desejar morrer e até tentar suicídio.

Já a mania é um estado extremo de humor elevado, que pode incluir autoestima aumentada, grandiosidade, aceleração dos pensamentos, impulsividade (compras e gastos excessivos, exposição a situações de risco), aumento do desejo sexual, irritabilidade, pressão para falar e fala acelerada, aumento de energia, diminuição da necessidade de sono e, nos casos mais graves, sintomas psicóticos.

Tanto os estados de humor depressivo quanto os de humor elevado parecem favorecer, por razões diferentes, comportamentos de dependência, como abuso de drogas e mesmo de internet.

No caso da depressão, sabe-se que as pessoas buscam a internet como uma fonte de prazer e satisfação rápida, fácil, relativamente segura e barata. Agrada aos mais variados gostos, atende às mais diversas necessidades sem que a pessoa precise sair de casa. Pode servir ainda como uma realidade alternativa (construída de acordo com a vontade do usuário) a uma realidade desprazerosa e frustrante. Neste sentido, aquilo que pode ser uma boa ferramenta de trabalho, de entretenimento e de interação social pode acabar se sobrepondo a outras atividades importantes da vida destas pessoas – momento em que o uso da internet se torna problemático e preocupante.

Além disso, a impulsividade, que aparece principalmente nas fases de humor elevado, também predispõe aos comportamentos de dependência – se resistir a começar é difícil, parar pode ser mais difícil ainda. Neste sentido, a internet pode acabar viabilizando a manifestação de alguns sintomas do transtorno bipolar, como as compras impulsivas e exageradas e a sexualidade exacerbada. Com apenas alguns cliques, é possível comprar praticamente qualquer coisa e extrapolar o limite do cartão de crédito, praticar sexo online ou e até mesmo encontrar parceiros para este mesmo fim fora da Internet.

Desta forma, pessoas com transtorno bipolar acabam sendo mais suscetíveis ao uso problemático da internet. Identificar o problema nestes casos é o primeiro passo para manter a situação sob controle.