Redes sociais mais populares

Facebook
O Facebook é uma plataforma de rede social criada em 2004. Inicialmente era destinada apenas a estudantes de Harvard, porém logo foi se expandindo até atingir, em 2012, a marca de um bilhão de usuários ativos no mundo. Atualmente, o Facebook é a rede social mais popular e atinge diferentes faixas etárias em diversas partes do mundo. Cada usuário possui um perfil no qual disponibiliza dados pessoais, compartilha fotos, links, comentários e vídeos com os seus amigos que fazem parte da sua rede. Os amigos podem realizar comentários no material postado, assim como publicar algo no perfil de amigos. Os usuários costumam adicionar seus amigos e também conhecer pessoas novas que pertençam ou não a sua rede de relacionamentos. Possui vários aplicativos (ex: jogos) que tornam o uso dessa rede ainda mais diversificado. Entre os principais fatores que estimulam o intenso uso da rede estão: o número de curtidas recebidos, os comentários positivos, o bom desempenho nos jogos da rede social, o compartilhamentos de posts feitos, entre muitos outros.

Twitter
O Twitter foi criado em 2006 e é um fenômeno crescente, com mais de oito milhões de participantes, dentre eles muitos adolescentes. É uma espécie de mini blog que permite aos usuários postarem textos, links de imagens, vídeos e outros de até 140 caracteres que serão vistos por todos os seus “seguidores”. Devido aos seus aplicativos e funções, permite que se acompanhe em tempo quase real os principais eventos do mundo e também o que o seu artista favorito comeu no café da manhã. Os jovens parecem utilizar muito essa rede para expressar suas opiniões especialmente pelo fato do mundo adulto ainda não a ter invadido, como já invadiu outras redes sociais. Acaba, por vezes, sendo palco de brigas e discussões, merecendo atenção dos responsáveis.

WhatsApp
Aplicativo para smartphones com o qual é possível enviar mensagens, vídeos, fotos e áudio de maneira gratuita. A possibilidade de formar grupos de conversas tem deixado muitos adolescentes e mesmo adultos conectados constantemente. A principal fonte de prazer dessa rede, especialmente para os adolescentes, parece estar no estabelecimento de diversos chats simultâneos. Por vezes, até mesmo o barulho de notificação já gera uma sensação de prazer, já que a pessoa sente que está “sendo procurada”.

Tumblr
Tumblr foi fundado em 2007 e é uma plataforma que permite aos usuários publicar, “favoritar” e “reblogar” textos, imagens e vídeos. Está em uma categoria intermediária entre os blogs tradicionais e o Twitter. Permite aos usuários “seguir” outros e ver o que eles postam em seu mural, além de possibilitar a troca de mensagens privadas. Uma das suas principais vantagens é a facilidade e praticidade do seu uso. É recomendado para maiores de 13 anos. Os jovens parecem utilizar essa rede mais para compartilhar assuntos pelos quais tenham interesse do que para expor sua intimidade, como acaba ocorrendo em outras redes.

Instagram
O Instagram é um aplicativo que permite ao usuário postar vídeos, tirar fotos e usar filtros para produzir os mais diversos efeitos nas mesmas. Essas fotos poderão ser postadas em diversas redes sociais, como Twitter, Facebook, inclusive no próprio Instagram. Os usuários trocam opiniões sobre as fotos e as reúnem através de áreas comuns. A fonte de prazer principal dessa rede está muito associada ao número de curtidas ganhos, bem como à possibilidade da pessoa se enxergar mais bonita, já que o filtro facilita isso.

Tinder
Tinder é uma rede social para smartphones e tablets que através do GPS localiza pessoas próximas geograficamente com foco em relacionamentos. A pessoa vê fotos de outros usuários e vai clicando naquelas que despertem interesse. A partir disso, abre-se um chat com outra pessoa que também curtiu a sua foto, possibilitando o início da conversa. O Tinder quebra a primeira barreira de uma possível rejeição do início de um relacionamento, pois o chat somente se abre quando há um “match” entre as “curtidas” das fotos dos dois usuários.

Snapchat
O foco desta rede social é o envio de imagens e vídeos para os amigos que permanecem disponíveis para visualização por período entre 1 e 10 segundos. É também possível escrever textos em cima da imagem escolhida. Pela curta duração da imagem nesta rede, os adolescentes tendem a enviar fotos mais “engraçadas”. O perigo está no “print-screen” feito da imagem e no envio para quem não deveria ter acesso à foto.

Pinterest
Pinterest é uma rede social de compartilhamento de imagens semelhante a um quadro de inspirações. O Pinterest possibilita carregar, guardar, classificar e gerenciar imagens, conhecidas como “pins“, colocando-as em coleções chamadas de “pinboards“. Os pins são classificados em categorias, como natureza, lojas, moda, eletrônicos, entre outros. Os usuários também podem compartilhar os conteúdos que mais gostam, para que possam ser mostrados na sua página pessoal. Ao selecionar a opção “Pin It” o usuário demonstra que aquele conteúdo lhe agrada (semelhante ao botão “curtir” do Facebook). Para que os usuários possam interagir de uma forma mais ampla com outras comunidades, o site possui uma interface com Twitter e Facebook. É mais comum entre adultos jovens (entre 25 até 34 anos) e utilizado um pouco mais por mulheres (58% versus 42%). É recomendado para maiores de 13 anos.

Formspring
É uma rede social que se baseia em perguntas e respostas. O usuário pode fazer perguntas para outros usuários revelando ou não sua identidade. O usuário questionado pode optar por responder ou não. Foi lançado em 2009 e permite conexões com outras redes como o Facebook, Twitter e Tumblr. Algumas empresas e governos utilizam esta rede para receber retorno do público. Existem algumas críticas ao Formspring, especialmente porque seria uma porta de entrada ao cyberbullying devido à possibilidade de anonimato das perguntas. É recomendado para maiores de 13 anos.

Ask
O Ask é uma rede social de perguntas e respostas onde o usuário pode realizá-las revelando sua identidade real, ou através do anonimato. Tal rede pode ser fonte de cyberbullying, já que tanto as perguntas quanto comentários sobre determinada pessoa podem ser feitos sem que o usuário revele sua identidade.

Foursquare
Trata-se de uma rede social baseada em localização fornecida pelo GPS dos aparelhos de celular. A pessoa que tenha um celular com o aplicativo do Foursquare instalado poderá fazer “check-ins” em lojas, restaurantes, cinemas e qualquer outro local cadastrado, a fim de ir ganhando pontos por conhecer lugares novos, sair com amigos, voltar a locais conhecido e assim pode se tornar “prefeito” de um determinado local (se fizer check-ins bastante frequentes nesse local). Inicialmente seu objetivo era de atrair o público para os estabelecimentos e fazer com que pessoas se encontrem, mas também funciona como um jogo da vida real com os usuários fazendo as ações na vida real (sair várias vezes ou em lugares diferentes) a fim de ganhar pontos e, por fim, adquirir um distintivo (badges). Geralmente mais utilizado por adolescentes e adultos e não possui restrição etária.

Google+
É a rede social do Google. Surgiu para agregar alguns serviços que já eram oferecidos pelo Google previamente, como o Google Buzz e o Picasa Web. Todos que têm emails do Gmail podem ter o Google+ e adicionar seus contatos a círculos de amigos, sugerir conteúdo no Sparks, fazer vídeo-conferências no HangOuts e realizar chat em grupo no Huddles. É a aposta do Google para suplantar o Facebook na competição pelo domínio das redes sociais. A restrição de idade é de 18 anos, assim como para fazer emails do Gmail. Pode-se “seguir” pessoas, marcas e outras fontes de interesse que estejam no Google+, postar fotos, fazer comentários e marcar como +1 (em vez do “curtir” do Facebook) ou compartilhar as informações dos murais dos contatos.

YouTube
O YouTube, que pertence ao Google, é o site mais popular de compartilhamento de vídeos na web. Permite que o usuário carregue o vídeo que desejar e oferece recursos para que os vídeos sejam publicados em blogs e outros sites. Vídeos com todo tipo de conteúdo podem ser hospedados no YouTube, sendo que aqueles que forem classificados pelos espectadores como “restritos” serão avaliados pela equipe do site. Qualquer pessoa online pode visualizar a maior parte do conteúdo do YouTube. Alguns vídeos, entretanto, requerem que o usuário tenha uma conta e esteja logado – estes são os vídeos classificados para maiores de 18 anos.