O celular na sala de aula

As crianças têm ido para a sala de aula levando seus celulares numa idade cada vez mais precoce. O fundamental é que exista uma diretriz da escola que seja cumprida por todos em relação ao seu uso. Muitas vezes existirão conflitos que colocarão em dúvida as regras e normas da escola. Estes serão bons momentos para que aconteçam discussões e reflexões entre a escola, os professores, os alunos e suas famílias. Como o uso de tecnologias é muito recente, é natural e esperada a necessidade de que as combinações sejam revistas em muitos momentos. As regras e normas sobre momentos e locais da escola em que o uso das tecnologias é permitido devem ser claras e comunicadas aos familiares para que estes também sejam responsáveis por cumpri-las.

Em relação ao celular, mais uma vez o exemplo é extremamente importante. Os primeiros a cumprir com as combinações devem ser os professores e demais funcionários da escola. Sabemos que o toque do celular ou o envio de mensagens pode desviar a atenção dos alunos no momento de uma prova ou explicação; ou ainda que o telefone pode ser utilizado de forma inapropriada para a troca de informações durante uma avaliação ou para fazer piadas durante a explicação de um professor. No entanto, as possibilidades que estes aparelhos oferecem, como gravadores de som e imagem, envio de mensagens, agenda e tantas outras, podem contribuir para o enriquecimento e organização da vida escolar. Além disso, é um canal importante de comunicação que aproxima a família e amigos.